24 de jul de 2012

Minha droga é você...




Ouço o lamento das almas cansadas
que a noite choram a ausência do amor
Vejo o esforço das estrelas
para alegra-las em vão
Quero gritar meu amor por você
Aliviar esse aperto
No meu peito
Soltar as amarras
Que me prendem a você
A escuridão da noite começa a sumir
Trazendo paz ao coração aflito

Preciso de você...

Droga letal que aos poucos me consome
corroendo cada milímetro do corpo escravizado
que um dia foi amado, tocado, usado por você
Hoje essa abstinência enlouquece meu viver
Bagunça meu sono
enfraquece minh'alma
Sou um zumbi que escreve essas palavras
para afogar a dor de não ter você...

Um comentário:

Jeferson Cardoso disse...

Olá Sandra!
Na ausência de um amor até as palavras transformam-se em lágrimas!
Tenha uma excelente terça-feira!
Parabéns pelo blog e pela postagem! Prazer estar aqui! Com tempo, venha rir e chorar com DOROTÉIA, a passiva fumante. º~º http://jefhcardoso.blogspot.com
Abraço!

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jeferson Cardoso)