8 de jun de 2012

Me entrego para ti inteira

As estrelas brilham no céu
A lua ilumina o mar
O vento leva meus cabelos
Pra junto do teu olhar

Coloco a mão na cintura
Com a outra seguro a saia
Agora ninguém me segura
Vou dançar  até que eu caia

A flor no cabelo é natural
Os pés descalços também
O sorriso tu já conheces
Meus lábios tu detém

Eu canto e danço alegre
O pandeiro é meu companheiro
Giro num pé só
Requebro o corpo inteiro

Ajoelha-se a meus pés
Batendo palmas pra mim
Caio em teus braços ardentes
Me entrego pra ti enfim...

Me levanta devarinho
Me deita na grama molhada
Me beija ardentemente
Me faz sua amada

Me entrego pra ti inteira
Sou tua mulher então
Entre gozos e sussurros
Sossego teu tesão


Nenhum comentário: